sexta-feira, 20 de maio de 2011

21/05/2011 DIA DO FIM DO MUNDO...Amanha é o DIA DO JULGAMENTO FINAL?

O Fim do Mundo está próximo!
21 de Maio de 2011,
Deus vai trazer, o Dia do Julgamento


O Dia do julgamento é temido porque é o dia
em que Deus destruirá o mundo por causa dos
pecados da humanidade. O mundo acredita na
chegada do Dia do Julgamento, pois a Bíblia nos
revela informações fidedignas e exatas sobre esse
Dia.
A Bíblia é o Livro Sagrado escrito por Deus, o
Criador do universo. A Bíblia Sagrada é, sem dúvida,
um livro muito antigo, completada há mil e
novecentos anos, aproximadamente. Em seus
idiomas originais (principalmente Hebraico e Grego)
ela jamais foi modificada, e cada palavra nos idiomas
originais vem da boca de Deus. Ela está dividida em
duas partes (o Antigo Testamento e o Novo
Testamento), e cada uma delas está dividida em
muitos livros. Cada livro está dividido em capítulos,
e cada capítulo está dividido em versículos. Em um
desses livros, no versículo 16 do capítulo 3 da
Segunda Epístola de Timóteo, Deus declara:
“Toda Escritura divinamente inspirada é proveitosa
para ensinar, para redargüir, para corrigir, para
instruir em justiça.”
Nos versículos 1 a 4 do capítulo 36 do Livro
de Jeremias, Deus nos dá um exemplo de como a
Bíblia foi escrita:
“Sucedeu, pois, no ano quarto de Jeoiaquim, filho de
Josias, rei de Judá, que veio esta palavra do Senhor
a Jeremias, dizendo: Toma o rolo de um livro, e
escreve nele todas as palavras que te tenho falado de
Israel, e de Judá, e de todas as nações, desde o dia
em que eu te falei a ti, desde os dias de Josias até
hoje. Ouvirão, talvez, os da casa de Judá todo o mal
que eu intento fazer-lhes, para que cada qual se
converta do seu mau caminho, e eu perdoe a sua
maldade e o seu pecado. Então Jeremias chamou a
Baruque, filho de Nerias; e escreveu Baruque da
boca de Jeremias todas as palavras do Senhor que
ele lhe tinha revelado, no rolo de um livro.” {O rolo
de um livro é a Bíblia}

Deus, quem é Santo e maior do que a nossa
mente humana possa tentar explicar ou compreender.
No versículo 1 do capítulo 1 do Livro do Gênesis,
Deus nós declara:
No princípio, criou Deus os céus e a terra.”
A Bíblia Sagrada é um livro escrito para nos
informar que Deus criou este belo universo, incluindo
todas as plantas, os animais, pássaros e as criaturas
do mar, e que a humanidade foi criada para reinar
sobre a Terra. Na verdade, nenhuma criatura pode
ser comparada a Deus, que trouxe à vida todo tipo de
planta, animal, criatura do mar, a humanidade, o sol,
as estrelas etc. Por exemplo, nos versículos 24 a 26
do capítulo 1 do Livro do Gênesis, Deus nos revela:
“E disse Deus: Produza a terra alma vivente
conforme a sua espécie; gado, e répteis, e bestasferas
da terra conforme a sua espécie. E assim foi. E
fez Deus as bestas-feras da terra conforme a sua
espécie, e o gado conforme a sua espécie, e todo réptil
da terra conforme a sua espécie. E viu Deus que era
bom. E disse Deus: Façamos o homem à nossa
imagem, conforme a nossa semelhança; e domine
sobre os peixes do mar, e sobre as aves do céu, e
sobre o gado, e sobre toda a terra, e sobre todo o
réptil que se move sobre a terra.”
Os habitantes da Terra, aos quais chamamos
de Humanidade, foram criados para dominar a Terra.
Deus estabeleceu leis pelas quais podemos viver tão
feliz e sabiamente quanto possível. Porém, Ele adverte
que a infração dessas leis é considerada pecado, e o
pecado trará o castigo de Deus. No versículo 23 do
capítulo 6 da Epístola aos Romanos, a Bíblia revela:
“Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom
gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus,
nosso Senhor.”
A Bíblia ensina que existe somente um Deus,
tal como lemos no versículo 39 do capítulo 4 do Livro
do Deuteronômio:
“Pelo que hoje saberás e refletirás no teu coração
que só o Senhor é Deus, em cima no céu e embaixo
na terra; nenhum outro há.”
Por ser tão poderoso e magnífico, Deus chama
a Si mesmo por muitos nomes diferentes. Cada nome
nos revela informações sobre o caráter e a natureza
gloriosa de Deus. Assim, na Bíblia, nós encontramos
nomes como Deus, Jeová, Cristo, Jesus, Senhor, Alá,
Espírito Santo, Salvador etc. Nomes como Jeová,
Jesus, Salvador e Cristo indicam principalmente que

Deus é o único meio pelo qual o perdão de todos os
nossos pecados e a vida eterna podem ser obtidos
pela Sua misericordiosa intervenção. Para mais
informações sobre este assunto, você pode solicitar
uma cópia gratuita do livro Eu Espero que Deus me
salve.
Muitos livros foram escritos sobre a Bíblia,
ou considerados acréscimos da Bíblia, como o
Alcorão ou o Livro dos Mórmons. Mas apesar de
serem considerados antigos, ganharem prestígio ou
serem bem-aceitos como livros sagrados, nenhum
livro diferente da Bíblia foi escrito pelo próprio Deus,
e é tão sagrado quanto a Bíblia. No versículo 18 do
capítulo 22 do Livro do Apocalipse, Deus adverte:
“Porque eu testifico a todo aquele que ouvir as
palavras da profecia deste livro que, se alguém lhes
acrescentar alguma coisa, Deus fará vir sobre ele
as pragas que estão escritas neste livro.”
Nesse versículo, a palavra “pragas” se refere
à sentença de morte e destruição que cairá sobre
todos os pecadores. A Bíblia ensina que embora Deus
ame este mundo, criado por Ele em Sua infinita
sabedoria, a Sua lei exige que os pecadores devam
ser sentenciados à morte. No versículo 20 do capítulo
18 do Livro de Ezequiel, a Bíblia ensina: “A alma que
pecar, essa morrerá.” Já no versículo 10 do capítulo
3 da Epístola aos Romanos, a Bíblia ensina: “Não há
um justo [que não tenha pecado], nem um sequer.”
Deus também obedece a Sua lei, portanto já que todos
os habitantes do mundo são pecadores, Ele,
finalmente, deve destruir o mundo. É evidente que o
pecado no mundo se alastrou. No versículo 33 do
capítulo 25 do Livro de Jeremias, a Bíblia adverte:
“Serão os mortos do Senhor, naquele dia, desde uma
extremidade da terra até a outra extremidade da terra.
Não serão pranteados, não serão recolhidos, nem
sepultados; mas serão como estrume sobre a face da
terra.”
Porém, a Bíblia Sagrada nos revela que Deus
é misericordioso, compadecido e amoroso. Por isso,
Ele nos revelou o tempo exato do Dia do Julgamento,
antes da destruição. No versículo 7 do capítulo 3 do
Livro de Amós, a Bíblia nos revela:
“Certamente o Senhor Jeová não fará coisa alguma,
sem ter revelado o seu segredo aos seus servos, os
profetas.”
Conseqüentemente, por meio da Bíblia, agora
nós sabemos o tempo exato e muitos detalhes sobre
o plano de destruição de Deus que atingirá o mundo
inteiro.

Enquanto ainda há tempo, nós podemos
humildemente implorar a Deus por Sua bondosa
misericórdia. Talvez, já que Deus é tão misericordioso,
Ele possa perdoar alguém que humildemente suplica
a Sua misericórdia. Por exemplo, no versículo 3 do
capítulo 2 do Livro de Sofonias, Deus promete:
“Buscai ao Senhor, vós todos os mansos da terra,
que pondes por obra o seu juízo. Buscai a justiça,
buscai a mansidão; porventura sereis escondidos
no dia da ira do Senhor.”
Deus nos demonstra que é absolutamente
capaz de destruir o mundo inteiro por causa do
pecado, tal como lemos nos versículos 12 e 13 do
capítulo 6 do Livro do Gênesis:
“Viu Deus a terra, e eis que estava corrompida;
porque toda carne havia corrompido o seu caminho
sobre a terra. Então disse Deus a Noé: O fim de toda
carne é vindo perante a minha face; porque a terra
está cheia da violência; e eis que os desfarei com a
terra.”
A partir de um estudo cuidadoso da Bíblia,
nós aprendemos que no ano 4990 a.C.(Antes de
Cristo) Deus destruiu a Terra com um dilúvio, à
exceção de oito pessoas e dos animais que estavam
com elas. Eles não foram destruídos porque Deus os
trouxe para a segurança da arca. Seu líder, Noé,
obedeceu à ordem de Deus para construir um barco
enorme, chamado de arca, com, aproximadamente,
137 metros (450 pés) de comprimento.
No versículo 7 do capítulo 11 da Epístola aos
Hebreus, nós lemos:
“Pela fé, Noé, divinamente avisado das coisas que
ainda se não viam, temeu, e para salvação da sua
casa, preparou a arca, pela qual condenou o mundo,
e foi feito herdeiro da justiça que é segundo a fé.”
Sete dias antes do início do dilúvio, Deus
ordenou a Noé que advertisse aos habitantes da Terra
que esse seria o prazo para que eles entrassem na
segurança da arca. A Bíblia Sagrada nos revela que
no décimo sétimo dia do segundo mês daquele ano,
Deus fechou a porta da arca. Então, o dilúvio desceu
sobre a Terra completamente.
Aproximadamente cinco mil anos mais tarde,
no capítulo 3 da Segunda Epístola de Pedro, Deus
escreveu na Bíblia Sagrada sobre essa destruição
mundial pelo dilúvio na época de Noé. No mesmo
capítulo, Ele também advertiu que o tempo viria
quando Deus destruiria o mundo inteiro com fogo. O
universo inteiro seria destruído para sempre. Entre
essas duas declarações de destruição mundial por

causa do pecado, Deus fez uma declaração muito
importante, tal como lemos no versículo 8 do capítulo
3 da Segunda Epístola de Pedro:
“Mas, amados, não ignoreis uma coisa: que um dia
para o Senhor é como mil anos, e mil anos, como um
dia.”
No versículo 4 do capítulo 7 do Livro do
Gênesis, Deus escreveu:
“Porque, passados ainda sete dias, farei chover sobre
a terra quarenta dias e quarenta noites; e desfarei
de sobre a face da terra toda substância que fiz.”
Nos versículos 10 e 11 do capítulo 7 do Livro
do Gênesis, Deus acrescentou:
“E aconteceu que, passado sete dias, vieram sobre a
terra as águas do dilúvio. No ano seiscentos da vida
de Noé, no mês segundo , aos dezessete dias do mês,
naquele mesmo dia se romperam todas as fontes do
grande abismo, e as janelas dos céus se abriram.”
A arca que Noé construiu era o único lugar
seguro contra a destruição do dilúvio. Igualmente, a
bondosa misericórdia de Deus é o único lugar seguro
contra a destruição que virá no Dia do Julgamento.
No versículo 8 do capítulo 3 da Segunda Epístola de
Pedro, citado anteriormente, Deus nos lembra que
um dia é como mil anos. Portanto, como a referência
aos sete dias citados no versículo 4 do capítulo 7 do
Livro do Gênesis pode ser compreendida como sete
mil anos, nós aprendemos que ao revelar a Noé que
no prazo de sete dias o mundo inteiro seria destruído,
Deus também estava revelando que o mundo existiria
por exatamente sete mil anos (um dia é como mil
anos), tempo para se escapar da ira de Deus, pois Ele
destruiria o mundo no Dia do Julgamento. Porque o
Deus Infinito sabe e controla tudo desde o princípio.
Ele sabia o quão pecador o mundo se tornaria.
Sete mil anos depois de 4990 a.C. (o ano do
dilúvio) é o ano 2011 d.C. (calendário moderno).
4990 + 2011 – 1 = 7.000
Observação: um ano deve ser subtraído dos
calendários do Antigo Testamento e do Novo
Testamento, porque o calendário não tem o ano zero.
Portanto, no versículo 8 do capítulo 3 da
Segunda Epístola de Pedro, Deus está nos mostrando
que deseja que nós saibamos que exatamente sete
mil anos depois que Ele destruiu o mundo com o
dilúvio na época de Noé, Ele planeja destruir o mundo
inteiro para sempre. Porque o ano 2011 d.C. marca
exatamente sete mil anos após o dilúvio ocorrido em

4990 a.C., a Bíblia nos revelou a prova absoluta que
o mundo vai acabar em 2011, durante o Dia do
Julgamento.
Incrivelmente, 21 de maio de 2011 é o décimo
sete dia do segundo mês do calendário bíblico
moderno. Lembre-se que o dilúvio também começou
no décimo sétimo dia do segundo mês do ano 4990
a.C.
A Bíblia Sagrada fornece diversas provas
espantosas adicionais que 21 de maio de 2011 é a
data exata do Dia do Julgamento. Para mais
informações sobre este assunto, você pode solicitar
à Rádio da Família, gratuitamente, um exemplar do
livreto Nós Estamos Quase Lá!
Deus está provando que a Bíblia nos ensina,
com absoluta exatidão, como compreender o plano
de Deus para o fim do mundo.
A SUBLIME MISERICÓRDIA E COMPAIXÃO
DEDEUS
Na Bíblia Sagrada, Deus nos revelou um belo
exemplo de Sua misericórdia compassiva. No Livro
de Jonas, Ele nos fala sobre uma cidade ímpia com
uma população de mais de cento e vinte mil pessoas,
que existiu há aproximadamente dois mil e oitocentos
anos atrás. Se chamava Nínive, que era a cidade
capital da Assíria, não conhecia nada da Bíblia. Mas
por causa de sua maldade e porque Deus é
misericordioso, Ele enviou um profeta chamado Jonas
àquela cidade. A mensagem enviada por Deus, por
meio de Jonas, dizia que dentro de quarenta dias a
cidade inteira seria destruída.
A cidade inteira acreditou piamente que essa
advertência vinha de Deus. Assim, do rei até o servo
mais humilde eles se arrependeram, isto é, eles
rejeitaram o pecado e seu orgulho. A Bíblia Sagrada
nos revela que eles se vestiram em panos de saco e
assentaram-se em cinzas. Isto significou que eles
perceberam que, por causa de seus pecados, eles
envergonharam a Deus terrivelmente. Vestir-se em
panos de saco e assentar-se em cinzas era um ato de
humildade suprema para mostrar, da maneira mais
clara possível a Deus e a todas as pessoas como
muito eles estavam envergonhados por causa de seus
pecados contra Deus. Mostrou que eles perceberam
que mereciam ser destruídos por Deus por causa de
seus pecados.
Mas, talvez, existisse a esperança que Deus
mudasse de idéia e tivesse misericórdia deles, tal
como lemos nos versículos 6 a 9 do capítulo 3 do
Livro de Jonas:
“Porque esta palavra chegou ao rei de Nínive, e
levantou-se do seu trono, e tirou de si os seus
vestidos, e cobriu-se de saco, e assentou-se sobre a

cinza. E fez uma proclamaçaõ, que se divulgou em
Nínive, por mandato do rei e dos seus grandes,
dizendo: Nem homens, nem aminais, nem bois, nem
ovelhas provem coisa alguma, nem se lhes dê pasto,
nem bebam água. Mas os homens e os animais
estarão cobertos de sacos, e clamarão fortemente a
Deus, e se converterão, cada um, do seu mau caminho
e da violência que há nas suas mãos. Quem sabe se
se voltará Deus, e se arrependerá do furor da sua
ira, de sorte que não pereçamos?”
No versículo 10 do capítulo 3 do Livro de
Jonas, em resposta a sua humildade absoluta, nós
lemos que Deus lhes concedeu Sua misericórdia
àquelas pessoas extremamente más:
“E Deus viu as obras deles, e como se converteram
do seu mau caminho, Deus se arrependeu do mal
que tinha dito lhes faria, e não o fez.”
Uma vez que a cidade ímpia de Nínive se
arrependeu e humildemente implorou por
misericórdia, Deus mudou de idéia e não a destruiu
nem aos seus habitantes.
A Bíblia Sagrada, lamentávelmente, nos revela que
somente uma pequena porcentagem atual de pessoas
se arrependerá, e, com humildade e temor implorará a
Deus por misericórdia. Não obstante, a Bíblia nos
assegura que muitas pessoas que imploram a Deus
por Sua misericórdia não serão destruídas. A Bíblia
nos ensina que Deus planeja salvar mais ou menos
duzentos milhões de pessoas (aproximadamente, três
por cento da população atual). No primeiro dia do
Dia do Julgamento (21 de maio de 2011) elas serão
arrebatados {levantados} ao céu, porque Deus teve
misericórdia delas. Por isso, nós devemos ser tão
gratos por Deus ter nos concedido a oportunidade
de sermos advertidos sobre o Dia do Julgamento.
Por causa de Sua misericórdia, talvez Ele tenha
misericórdia de você. No versículo 17 do Salmo 51,
nós lemos:
“Os sacrifícios para Deus são o espírito quebrantado;
a um coração quebrantado e contrito não desprezarás,
ó Deus.”
E nos versículos 1 a 3 do Salmo 51, Deus nos
mostra a atitude que devemos assumir ao orarmos
por Sua misericórdia:
“Tem misericórdia de mim, ó Deus, Segundo a tua
benignidade; apaga as minhas transgressões,
segundo a multidão das tuas misericórdias. Lavame
completamente da minha iniqüidade, e purificame
do meu pecado. Porque eu conheço as minhas
transgressões, e o meu pecado está sempre diante
de mim.”

Tristemente, você não pode procurar sua
religião, sacerdote, pastor ou líder espiritual por
ajuda. Eles, também, devem implorar a Deus por
misericórdia para si mesmos. É um assunto apenas
entre você e Deus. Deus sabe todos os seus
pensamentos, palavras e ações. Rejeite os seus
pecados e humildemente implore, suplique a Deus
por perdão.
E agradeça a Deus que, em Sua imensa
misericórdia, concedeu a você essa advertência sobre
a destruição que está próxima, além da esperança
que você, também, possa ser um dos que Ele levará
para o céu para desfrutar a imensurável e eterna
felicidade, alegria e glória. Nos versículos 10 a 14 do
capítulo 18 do Evangelho de Lucas, Deus nos ensina:
“Dois homens subiram ao templo a orar; um, fariseu
e o outro, publicano. O fariseu, estando em pé, orava
consigo desta maneira: Ó Deus, graças te dou, porque
não sou como os demais homens, roubadores,
injustos e adúlteros; nem ainda como este publicano.
Jejuo duas vezes na semana e dou os dízimos de tudo
quanto possuo. O publicano, porém, estando em pé,
de longe, nem ainda queria levantar os olhos ao céu,
mas batia no peito, dizendo: Ó Deus, tem
misericórdia de mim, pecador! Digo-vos que este
desceu justificado para sua casa, e não aquele;
porque qualquer que a si mesmo se exaltar, será
humilhado, e qualquer que a si mesmo se humilhar
será exaltado.”
Deus pode ter misericórdia de você como teve do
publicano.
Para aprender mais sobre os detalhes do fim do
mundo você está convidado a escrever para a
Rádio da Família,
Oakland, Califórnia 94621,
EUA
e solicitar os livros citados abaixo, gratuitamente, ou
baixá-los em nosso site da Internet,
www.familyradio.com:
Eu espero que Deus me salve
Nós estamos quase lá!
A Deus, a Glória!
Na Internet: http://www.familyradio.com
E-mail: portugues@familyradio.com
PORTUGUESE JD 07-16-10
A Family Radio é um ministério cristão de
radiodifusão baseado na Bíblia e sem nenhuma
afiliação com igrejas.



FONTE
http://acessa.me/d743

Nenhum comentário:

Postagens Mais Recentes






A musica oficial da NOM

Sabemos que o Illuminati pretende unificar o mundo sobre um governo ditador e, até mesmo, estamparam na nota de um dólar americano essa intenção. Por que os últimos 4 presidentes têm falado tanto da necessidade de uma NOVA ORDEM MUNDIAL?

9/11 de 1991 - exatamente 10 anos antes

Eles dominam o mundo da música (video)

Eles dominam o mundo da música    (video)
veja nesse video os varios cantores que os ILLUMINATES vem controlando, todos eles são obrigado a mensionar o nome deles em suas musicas, assim como Michael Jackson tambem era.

Comunidade Orkut

Comunidade Orkut
Clique na imagem acima e ajude a divulgar tudo sobre a Nova Ordem Mundial e a implantação do MicroChip - Marca da besta a todos os irmãos do orkut - PARTICIPE

Nos escreva um e-mail dizendo a sua dúvida para que possamos colocar no blog:

Visite o meu blogspot

Nossos visitantes desde 08-06-2010:


localizar o internauta

Saiba de onde vem os visitantes:

free counters

Contagem regressiva para o dia 11/11/11 as 11:11:11s111mil.

Veja os paises que mais acessaram o blog: