quarta-feira, 25 de maio de 2011

ATAQUE TERRORISTA? VEJA AGORA TODA VERDADE SOBRE O 11 DE SETEMBRO DE 2001

MATÉRIA DIVULGADA NO DIA 19 DE MAIO DE 2011 NA PAGINA DE NOTICIAS DO R7
http://noticias.r7.com/internacional/fotos/a-tensa-relacao-entre-os-eua-e-os-muculmanos-20110518.html




 

A GRANDE MENTIRA DA MÍDIA MUNDIAL

Os ataques de 11 de Setembro, em 2001, abriram um capítulo turbulento na relação entre os EUA e o mundo muçulmano. O atentado ao World Trade Center (foto), em Nova York, por fundamentalistas islâmicos foi comemorado em alguns países do Oriente Médio, causando ódio, desconfiança, desentendimento e medo nos dois lados

AGORA VAMOS A VERDADE OCULTA

Antes de começar de uma olhada neste video, para voce ter a certeza de que foram realmente implodidos todos os prédios que cairam naquele dia.



Provavelmente depois de toda as informações que as redes de televisão do mundo todo divulgaram como sendo um ataque terrorista, organizada por um homem que vive nas cavernas la no Afeganistão, todos nós fomos induzidos a acreditar nessa mentira.
Mas será que ainda hoje as pessoas continuam a acreditar nessas teorias oficiais divulgadas pela mídia mundial?
Já passaram varios anos e muitas pessoas que tiveram dúvidas no dia 11/9/2001 continuaram a sua busca pela verdade.
Novas provas apareceram, bem como análises de peritos às várias ocorrências daquele dia.
O "Movimento pela Verdade" ganhou força e agora há já muitas pessoas que não acreditam nas "teorias oficiais".
As falhas na Defesa Aérea dos EUA, o desabamento das torres, a destruição do Edifício 7, o ataque ao Pentágono e o vôo 93 são alguns dos apectos que levantam mais dúvidas.
Se juntar-mos a isso tudo o que se passou no passado e o que está a acontecer pós 11 de Setembro, ficamos ainda com uma ideia mais clara do que o Governo dos EUA anda a preparar.


A PERGUNTA QUE TODOS FAZEM É!! POR QUE O GOVERNO DOS ESTADOS UNIDOS IRIAM FAZER ISSO CONTRA O SEU PRÓPRIO POVO?


Com certeza não seria a primeira vez que um governo ataca a sua própria nação:

Irei citar dois exemplos mais parecido ao 11/9 em vários aspectos, um deles foi o fogo no Reichtag em 1933. Hoje é conhecido que os próprios Nazis incendiaram o Reichtag Alemão, de forma a terem um motivo para suspender a maior parte das liberdades civis que eram garantidas pela Constituição de 1919. Enquanto Hitler se estabelecia como ditador, os comunistas e outras minorias eram devastadas.

O Ataque a Pearl Harbor

 As semelhanças tambem estão no ataque de 12/7/1941 a Pearl Harbor. Onde em ambos os casos cerca de 3000 americanos foram mortos num ataque sorrateiro e devastador contra alvos desprotegidos. Em ambos os casos, o Presidente dos EUA usou o ataque para lançar o país para a guerra, o que sería impossível de realizar sem os ataques.
Um olhar mais próximo aos 2 ataques revela ainda mais semelhanças. Em ambos os casos as mais altas patentes do exército tinham conhecimento do ataque antes deste acontecer e no entanto não fizeram nada para o impedir.
É de conhecimento público que na manhã de 6 de Dezembro de 1941, Franklin Roosevelt, o Presidente dos EUA, recebeu uma mensagem que havia sido interceptada pela U.S.Navy. Esta mensagem tinha sido enviada de Tokyo para a embaixada Japonesa em Washington. Vinha encriptada ao mais alto nível, mas isso não era problema, já que os americanos já tinham "crackeado" o "purple code" Japonês há muito tempo. A mensagem era uma declaração de guerra aos EUA devido sanções economicas do ocidente.

O que fez o Presidente Roosevelt?
Nada.
Não foi capaz de dirigir nem uma palavra à população Americana. Em vez disso, esperou que o ataque fosse executado. Era do conhecimento dos militares Americanos que se os Japoneses atacassem seria em Pearl Harbor, no entanto quando aconteceu fizeram parecer que tinha sido um ataque surpresa, totalmente inesperado.
O presidente Roosevelt teve assim o motivo que precisava para entrar na 2ª Guerra Mundial e lançar os ataques nucleares a Hiroshima e Nagazaki.

Operação Northwoods


Operação Northwoods foi o nome de código dado a uma série de propostas feitas pela Joint Chiefs of Staff (assinadas por L. L. Lemnitzer) ao Secretário da Defesa Robert McNamara em 1962, e que consistia em criar um pretexto para uma guerra com Cuba. A operação passava por várias simulações de ataques terroristas, que iriam ser executados pelo Pentágono contra bases, aviões e navios Americanos, com o fim de responsabilizarem Fidel Castro pelos actos.
Veja neste link a 1ª página do documento: http://emperors-clothes.com/images/north-i.htm
Uma série de incidentes foram planeados para ocorrerem na zona de Guantanamo Bay, de forma a dar uma aparência genuína de terem sido executados por forças Cubanas.
L.L. Lemnitzer
Robert McNamara
  Entre muitos outros destacam-se:

(5) Rebentar munições dentro da base Americana de Guantanamo e iniciar incêndios
(6) Incendiar um avião dentro da base (sabotagem)
(7) Disparar morteiros de fora para dentro da base. Criar danos nas instalações.
3. Afundar um navio Americano em Guantanamo Bay e culpar Cuba
3.b) Fazer um avião não tripulado sobrevoar as águas Cubanas e fazê-lo explodir. O avião seria pintado com as cores de um avião comercial e a lista de passageiros iria sugerir que os ocupantes fossem estudantes Americanos em férias.
4. Ferir ou matar refugiados Cubanos a viver nos EUA, ou até afundar um barco com refugiados Cubanos


As alíneas (5), (6), (7) e 3. estão especificadas na pág.8: http://emperors-clothes.com/images/north-8.htm
A alínea 3.b) pode ser vista na pág.8 e pág.10 do documento: http://emperors-clothes.com/images/north-10.htm
A alínea 4. está mencionada na pág.9 do documento: http://emperors-clothes.com/images/north-9.htm


Felizmente, Robert McNamara recusou esta proposta, mas só o facto de ter sido proposta, denuncia o comportamento das mais altas patentes Americanas.
O documento "TOP SECRET" esteve 35 anos em segredo, sendo apenas divulgado em 1997.
Poderá consultar o documento completo (PDF) em: http://www.gwu.edu/~nsarchiv/news/20010430/doc1.pdf (Arquivo da Segurança Nacional dos EUA) ou fazer o download do PDF completo na nossa secção de Downloads


O Atentado a BOMBA de Oklahoma City


Às 9:02 de 19 de Abril de 1995, uma série de explosões devastaram toda a fachada do edifício Alfred P. Murrah em Oklahoma City, matando 168 pessoas.
De acordo com a versão oficial, a explosão foi causada por uma bomba com cerca de 2 toneladas, feita de fertilizante e combustível, armazenada num camião alugado que estaria estacionado na rua em frente ao edifício.
No entanto há vários problemas fatais nesta versão:
Polícias que chegaram ao local do atentado, descobriram várias bombas ainda por detonar no interior do edifício. Esta descoberta foi muito divulgada nas TVs locais.
A explosão destruiu completamente a coluna B3, um pilar de betão reforçado com aço, que estava tão distante do camião que a bomba não tería capacidade para a destruír. Outra coluna à mesma distância do camião não foi destruída.
Os sismógrafos (usados para medir o tremores de terra) registaram mais que uma explosão
General Parton, especialista em explosivos, provou que a bomba do camião sozinha, não pôde ter causado aqueles danos no edifício. As suas provas foram ignoradas. Entretanto as provas físicas foram enterradas. A "Controlled Demolition", a empresa que foi também contratada para remover os destroços do World Trade Center, foi então a responsável por enterrar os destroços do edifício Murrah e assim impossibilitar uma melhor investigação forense.
O atentado bombista de Oklahoma foi executado numa altura em que havia um potente movimento anti-governo nos EUA. Ao acusarem Timothy McVeigh, um rapaz protestante anti-governo, o governo rapidamente descredibilizou todo o movimento e conseguiu a re-eleição de Bill Clinton. 

O Hoax sobre as Incubadoras no Kuwait




















O evento chave para permitir a primeira guerra dos EUA contra o Iraque, a "Operação Tempestade no Deserto", foi uma reportagem fraudulenta sobre o assassínio de 312 bebes Kuwaitianos por parte de soldados Iraquianos. Em 10 de Outubro de 1990, num congresso sobre direitos humanos, uma rapariga Kuwaitiana de 15 anos conhecida apenas pelo 1º nome - Nayirah (supostamente para proteger a sua identidade de represálias por parte dos Iraquianos), fez um testemunho emocionante:

"Eu voluntariei-me no hospital al-Addan. Enquanto lá estive, vi soldados Iraquianos entrar no hospital, armados, irem a uma sala onde...os bébés estavam em incubadoras. Eles tiraram os bebes das incubadoras, levaram as incubadoras e deixaram os bébés no chão frio para que ali morressem."

Este massacre nunca ocorreu. A rapariga era na realidade filha de um Emirado do Kuwait e tinha sido ensinada pela empresa de relações públicas Hill and Knowlton, a dar um testemunho falso e persuasivo.



Os EUA e George Bush (o pai) tiveram assim motivo para "proteger" o Kuwait dos supostos atos infanticidas dos Iraquianos. Começou assim a Guerra do Golfo. 

 Veja aqui a continuação

Nenhum comentário:

Postagens Mais Recentes






A musica oficial da NOM

Sabemos que o Illuminati pretende unificar o mundo sobre um governo ditador e, até mesmo, estamparam na nota de um dólar americano essa intenção. Por que os últimos 4 presidentes têm falado tanto da necessidade de uma NOVA ORDEM MUNDIAL?

9/11 de 1991 - exatamente 10 anos antes

Eles dominam o mundo da música (video)

Eles dominam o mundo da música    (video)
veja nesse video os varios cantores que os ILLUMINATES vem controlando, todos eles são obrigado a mensionar o nome deles em suas musicas, assim como Michael Jackson tambem era.

Comunidade Orkut

Comunidade Orkut
Clique na imagem acima e ajude a divulgar tudo sobre a Nova Ordem Mundial e a implantação do MicroChip - Marca da besta a todos os irmãos do orkut - PARTICIPE

Nos escreva um e-mail dizendo a sua dúvida para que possamos colocar no blog:

Visite o meu blogspot

Nossos visitantes desde 08-06-2010:


localizar o internauta

Saiba de onde vem os visitantes:

free counters

Contagem regressiva para o dia 11/11/11 as 11:11:11s111mil.

Veja os paises que mais acessaram o blog: